Sobras de bacalhau com legumes no forno

Na natal sobra sempre imensa comida, não é? Esta receita aproveita os legumes e o bacalhau cozido que possam sobrar. Além disso, é mais leve, ideal para estes dias que se seguem aos abusos que o Natal proporciona.

Broas castelares saudáveis [sem açúcar e sem glúten]

 Gosto imenso de broas castelares por causa de serem húmidas por dentro, mas são sempre demasiado doces e sabem muito a erva-doce. Resolvi tentar fazer uma receita mais saudável, estas broas são adoçadas com mel e tâmaras. Além disso, também não têm glúten. Melhor ainda, são mesmo deliciosas e húmidas por dentro.

Polvo à minha moda com batatinhas a murro

Para quem é do Norte, o polvo tem de estar presente na mesa de Natal. Em casa dos meus pais, às vezes, fazemos salada de polvo para entrada, outras vezes, fazemos esta receita. Por norma, com o polvo que sobra e a água da cozedura, uns dias depois, fazemos filetes de polvo com arroz do mesmo. Mas também há bacalhau na mesa da consoada, bacalhau assado na brasa e couve refogada, como a minha avó materna costumava fazer. Tudo regado com azeite do bom, feito pelo meu pai.

Bolachas de canela e gengibre com cobertura de chocolate [sem glúten e sem acúcar]


Esta receita é muito fácil. Uma excelente sugestão para fazer com os miúdos ou para uma prendinha de Natal. Não deixe de fazer esta receita só porque não tem os ingredientes. Pode substituir o ácer por mel e as nozes-pecãs por nozes normais ou até por amêndoa. Eu usei as pecãs porque estas dão às bolachas um sabor a caramelo que as outras não têm. Além de serem deliciosas, estas são bolachas saudáveis. O óleo de coco, entre outras coisas, estimula o sistema imunitário, melhora a saúde da pele e do cabelo e facilita a digestão. O cacau cru é um antidepressivo natural e contribui para a redução da fadiga.

Marmelos com especiarias e laranja

Queria criar uma receita com marmelos mas não queria fazer marmelada. Adoro marmelada mas queria fazer algo mais saudável. A combinação dos marmelos com todos os outros elementos é fantástica. E o cheirinho que deixa na cozinha é divinal. No dia seguinte, os marmelos e a calda estavam ainda mais laranja e brilhantes. São uma sobremesa deliciosa, mas confesso que os comi ao pequeno-almoço com iogurte e granola. Experimente, vale bem a pena!


Dourada no forno com legumes

Adoro peixinho assado no forno, principalmente no tempo frio. Há tempos descobri que sou intolerante a vários peixes, dourada incluída. Agora, só posso comer uma vez por outra, e esta receita é tão boa que foi a que escolhi para um dia de exceção. Experimentem, vão gostar!


Maças assadas no forno com crumble de aveia e nozes

Adoro sobremesas e bolos com fruta. Estas maçãs, embora a receita pareça longa, são muito simples e valem mesmo a pena. São mesmo deliciosas. Se não tiver óleo de coco, no molho, pode substituí-lo por água e, no crumble, não ponha. Não deixe de pôr o limão e a canela. Aliás, eu ponho canela em muitas coisas, principalmente nos lanches e pequenos-almoços, porque a canela é saciante.

Bolo de beterraba e laranja [sem açúcar e sem glúten]


E hoje, Dia de S. Martinho, o blogue faz 3 anos. Em 2013, foi esta a primeira receita - uma tarte de castanha deliciosa. O balanço é muito positivo. Mais de 300 posts. Mais de 225 mil visualizações. Mais hábitos saudáveis. Menos 10 quilos. Mudei muito a minha alimentação, mas não sou fundamentalista. Hoje, publico uma receita de um bolo delicioso e saudável, mas, se tivesse feito a tarte de castanha, hoje comia uma fatia, sem dúvida. O ingrediente base da vida é o equilíbrio. 

Mousse de alface-do-mar

Há tempos, fui convidada pela ALGAPLUS para realizar um showcooking, no qual usei as algas da Tok de Mar, um alimento super saudável, versátil e fácil de utilizar em qualquer prato. Veja aqui as grandes vantagens do consumo das algas. Foi muito giro ver a reação das pessoas às receitas. Muitos já conheciam as algas Tok de Mar. Todos disseram gostar, mesmo os que nunca tinham experimentado comer algas. Já aqui partilhei a receita do hummus. Hoje, partilho a receita da mousse de alface-do-mar. Ninguém conseguiu adivinhar que tinha algas. Muitos diziam que lembrava aquele chocolate para comer depois das oito. ;)

Batatas e bacalhau à espanhola

Este é um dos pratos que mais marcaram a minha infância. Apesar de ser parecido com uma caldeirada de bacalhau, sempre ouvi a minha mãe chamar-lhe "batatas à espanhola". Lá em casa, eu e a minha mãe gostávamos muito deste prato, mas o meu pai não gosta de tomate, por isso não o fazíamos mais vezes. Este verão, voltei a fazê-lo para mim e para a minha mãe. Soube-me pela vida. Mais do que comida, são sabores, aromas e memórias.

Superalimentos #11 [abacate]

Abacate, a manteiga vegetal

O abacate é originário da América do Sul, mas está cada vez mais presente na nossa alimentação, devido aos seus benefícios. Trata-se de um fruto que, tal como o tomate, se consome como se de um legume se tratasse. A sua designação de pera abacate deve-se ao facto de ser fisicamente semelhante a uma pera. O abacate também não amadurece na árvore. Há que saber esperar que ele amadureça à temperatura ambiente. No entanto, se o quiser amadurecer à pressão,

Pernas de frango com cogumelos


Gosta de frango? Gosta de cogumelos? Se sim, vai gostar desta receita. O frango fica suculento e com a pele estaladiça. Sirva com um arroz seco, por exemplo. Uma receita deliciosa já a chamar o outono. Que venha ele. :)
   

Cobbler de pêssego e amoras [sem glúten]

Se gosta de sobremesas com fruta, esta receita é uma das melhores e mais fáceis. Aqui têm várias receitas de crumble, uma das minhas sobremesas favoritas, mas esta não lhe fica atrás. Na verdade, são muito parecidas. No caso do cobbler, discos de massa são colocados em cima da fruta, fazendo lembrar uma rua empedrada.
Se não tem muito jeito para os doces, faça esta receita. Fica sempre deliciosa. É ótima no tempo frio e no tempo quente, com ou sem uma bola de gelado. Pode usar qualquer fruta, por isso é excelente para usar a fruta da época que está a ficar demasiado madura.

Como fazer cestinhos de tortilha?

Recebi algumas mensagens de seguidoras que queriam saber como tinha feito este cestinho para servir esta salada. Ora bem, é mesmo muito simples. Vai precisar de tortilhas mexicanas ou wraps, de milho ou de trigo, tanto faz, do forno e de moldes. Vamos ao passo a passo:

1) Ligue o forno a 190ºC.

2) Molde a tortilha ou o wrap à forma que quiser usar. Deixo algumas sugestões:


Botelhoco guisado com chouriço

Esta é uma receita que me habituei a comer desde miúda e que, por esta altura, faço sempre. No entanto, não me parece que seja um prato muito conhecido. O botelhoco, como lhe chamamos em Trás-os-Montes e Alto Douro, é uma abóbora na fase inicial do crescimento, quando ainda está muito tenra (daí não se descascar). Fica ótima guisada com chouriço e serve-se com um pouco de pão. Gostava de saber se conhece esta receita, talvez tenha outro nome no resto do país (penso que é chamada de botelhinha na Beira Interior).
 

Salada de arroz com queijo feta e feijão-preto

Esta receita é ótima para aproveitar restos que possa ter no frigorífico, não demora nada a fazer e é deliciosa. Não deixe de fazer o molho, faz toda a diferença.

Salada de beldroegas, tomate e queijo de cabra

Que me lembre, esta foi a primeira vez que comi beldroegas. Resolvi experimentar assim numa salada, antes de as cozinhar, e gostei muito. Depois desta salada, já as comi mais algumas vezes. Tinha curiosidade de experimentar. Sei que algumas pessoas torcem o nariz, as beldroegas são ervas-daninhas, mas digo-vos que assim, cruas, não têm grande sabor, é como se estivéssemos a comer espinafres. Além disso, as beldroegas têm imensas propriedades, são anti-antioxidantes, anti-inflamatórias, antifúngicas e analgésicas. São usadas como medicamento contra problemas do fígado, da bexiga e dos rins, além de combaterem o escorbuto. Quando cozidas são diuréticas. O suco da planta é usado para infeções dos olhos e as sementes contra parasitas intestinais. As folhas suculentas da beldroega têm mais ácidos ómega-3 do que alguns peixes.

Peixinhos da horta

Nesta época de ano, há imenso feijão-verde cá por casa. Faço muitas vezes esta salada de feijão-verde com atum e ovo cozido, mas estes peixinhos da horta são mesmo deliciosos. Uma das minhas avós e a minha mãe costumavam fazer arroz de tomate malandro com peixinhos da horta. Saudade...

Tagliatelle de curgete com salmão no forno

Para mim, a combinação clássica do salmão com funcho é uma das melhores. Aqui as algas trazem um Tok de Mar que combina muito bem com o adocicado do funcho.


Gelados de frutos vermelhos e kiwi

Mais uma receita de gelados rápidos, saudáveis e deliciosos!
A água de coco contém 94% de água, o que a torna muito baixa em calorias. Além disso, não tem gorduras, é pobre em açúcar e hidrata o seu corpo fornecendo-lhe vitaminas, potássio, magnésio e aminoácidos. O consumo da água de coco ajuda a queimar gordura, acelerando o metabolismo.
 

Bacalhau com broa e batatas assados no forno



Uma coisa é certa, eu adoro bacalhau. E os meus também. Em todas as casas portuguesas tem de haver bacalhau. Este é daqueles pratos para comer em família e ficar a tarde toda à mesa, à conversa. Uma casa portuguesa, com certeza! Por falar em portuguesa, já vos disse que estou em extâse com a vitória da nossa seleção? Já vivi noutros países, conheço outras culturas. Sempre tive muito orgulho em ser portuguesa. Cada vez mais. O que é nacional é (muito) bom!


Gelado fácil de ananás e coco [sem lactose e sem açúcar]

Eu adoro gelados (mas não tanto quanto gosto da Seleção Nacional!!! Somos campeões da Europa!!!). Especialmente no verão, apetecem-me a qualquer hora. Gelados cheios de açúcar é que não pode ser. Raramente, talvez uma ou duas vezes por ano, é que os como. De resto, faço os meus gelados em casa. Quando me apetece um gelado e não tenho nenhum feito, opto por triturar a fruta já congelada (quando tenho fruta demasiado madura, congelo) - veja estas receitas. Quando tenho mais tempo, faço como este, por exemplo.

Frittata de fiambre, cogumelos e mozarela

Já aqui sugeri esta frittata de bacon, ervilhas e queijo de cabra, feita na frigideira. Desta vez, resolvi fazê-la num tabuleiro de forno, assim vai logo diretamente à mesa. Gosto muito de frittatas, são simples e rápidas. Além disso, são ótimas para aproveitar restos de legumes ou carne.


Salteado de tofu, ervilhas-de-quebrar e tomate-cereja


Desde miúda que gosto de ervilhas de quebrar ou tortas. Até gosto de as comer cruas. No outro dia, o meu pai deu-me algumas e aproveitei para fazer este salteado com tofu. As melhores refeições são as mais simples.

Chia pudding com cerejas


Esta é uma sobremesa muito simples, rápida e saborosa. Mais do que a seguir a uma refeição, gosto de a comer ao lanche. Deixo como sugestão uma outra sobremesa com chia, coco e ananás. Se ainda não conhece os benefícios das sementes de chia, veja este post.


Tapioca com banana e manteiga de amendoim

 A tapioca é feita a partir do amido gelatinizado da mandioca, uma excelente fonte de energia muito apreciada pelos desportistas. A tapioca é isenta de glúten, gordura e sal, e de fácil digestão. Esta tapioca é uma excelente forma de começar o dia cheio de energia.

Folhadinhos de salsicha

Esta é uma receita muito simples, as crianças adoram-na por causa das salsichas e é uma boa opção para festas de crianças, por exemplo. Se cortar a massa com um cortador ondulado, vai ficar mais engraçado do que se a cortar com a faca.

Chocolates com recheio de coco



Estes chocolates estão cheios de coisas boas, o cacau cru, com o seu poder antioxidante e anti-inflamatório, e o óleo de coco, estimulador do sistema imunitário e facilitador da digestão, são ótimos para a nossa saúde. Sim, podemos e devemos comer doces de vez em quando, apenas temos de os saber escolher. Para esta receita inspirei-me num dos meus chocolates preferidos, estão a ver qual? Pois, mas esses estão cheios de açúcar, não têm qualquer aporte nutricional. Temos de escolher melhor o que comemos e damos a comer às nossas crianças.
Feliz Dia da Criança!


Hummus com alface-do-mar




 Há uns dias, fui convidada pela ALGAPLUS para realizar um showcooking. Foi com muito gosto que aceitei o convite, cuja única condição era utilizar as algas da Tok de Mar. Devo dizer que não foi um desafio nada complicado, uma vez que as algas são um alimento super saudável, versátil e fácil de utilizar em qualquer prato. Veja aqui as grandes vantagens do consumo das algas. Foi muito giro ver a reação das pessoas às receitas. Muitos já conheciam as algas Tok de Mar. Todos disseram gostar, mesmo os que nunca tinham experimentado comer algas. 
Tive oportunidade de confecionar três receitas, duas salgadas e uma doce. Duas delas causaram bastante surpresa por serem tão fáceis, saborosas e saudáveis. Porque podemos e devemos consumir algas (além do sushi), experimente estas receitas em casa. Vai ver que são muito saborosas e fazem muito bem. Hoje, partilho a receita do hummus com alface-do-mar.

Bife de vaca grelhado com alecrim, puré de couve-flor com roquefort e cogumelos marron salteados

Há várias teorias sobre a forma de grelhar um bife de vaca. Já aqui experimentei esta receita e resultou. Desta vez, resolvi experimentar a técnica que o chefe Mark Pierre White ensinou no Masterchef Australia. Com os tempos indicados para a carne, ela vai ficar, segundo o mesmo chefe, no ponto certo, entre o mal passado e médio. Realmente, fica muito bom!

Pequeno-almoço sem lactose e sem glúten #2


Às vezes, recebo mensagens de seguidores que procuram sugestões para um pequeno-almoço sem lactose e/ou sem glúten e/ou açúcar. Se me segue no Instagram, pode ir vendo algumas sugestões por lá, onde vou postando fotos dos meus pequenos-almoços. Também já aqui escrevi sobre este tema.

Decidi agrupar e colocar aqui algumas dessas fotos para vos inspirar. Nesta primeira foto têm algumas opções com pão, sem glúten, pois claro. A minha preferida é uma fatia de pão sem glúten com abacate (uma das melhores gorduras que pode haver) regado com sumo de limão e temperado com flor de sal e pimenta. Também uso queijo creme ou queijo fresco sem lactose com mel ou fruta; fiambre ou queijo em fatias. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...