Arroz de línguas de bacalhau com grelos

Este é o tipo de comida que a minha mãe mais faz e que eu me habituei a comer, são pratos simplesmente maravilhosos. Simples. Saborosos. Respeitam o sabor de cada ingrediente. No entanto, foi a primeira vez que fiz este prato. Mas fiz sem hesitação porque sabia que só podia ficar bom. Ainda por cima usei bacalhau da Liporfir, uma marca de Aveiro e que é, desde a semana passada, marca parceira do blogue. Aveiro é a terra do bacalhau, em mais lugar nenhum do mundo se come um bacalhau com natas como em Aveiro. Ora, na terra do bacalhau, temos de ter bacalhau de qualidade e a Liporfir é, desde 1994, uma marca de referência no mercado nacional. O bacalhau é comprado à Islândia e à Noruega, de onde vem ainda verde. Já na Liporfir, o nosso fiel amigo é seco e preparado para a venda. Na semana passada, tive a oportunidade de ver este processo nas instalações da empresa, na Gafanha da Encarnação, em Ílhavo. Muito obrigada a todos os que me receberam, foram super simpáticos! Deixo-vos algumas fotos.


Sabia que...?
O bacalhau contém altos teores de vitaminas A, E, B6 e B12, sódio, cálcio, fósforo, magnésio e de Ómega 3. Os ácidos Ómega 3, como o ácido alfa-linolênico, ácido eicosapentaenóico e o ácido docosahexanóico, são ácidos carboxílicos polinsaturados sem os quais o nosso organismo não funciona adequadamente. Este elemento possui um forte efeito protector para a saúde do coração e importante função no desenvolvimento de cérebro. O Ómega 3 melhora a concentração, a memória, as habilidades motoras, aumenta a motivação, diminui os triglicerídios, diminui a pressão sanguínea, previne o batimento cardíaco irregular, aumenta a fluidez do sangue e ainda neutraliza o stress.





Ingredientes (serve 4):
4 c. de sopa de azeite
1 cebola média
3 dentes de alho
1 folha de louro
2 c. de sopa de polpa de tomate
300 g de arroz
300 g de grelos, lavados e cortados em pedaços
500 g de línguas de bacalhau, demolhadas (usei da Liporfir)
sal marinho q.b.

Antes de rapar o tacho...

1. Coloque o azeite num tacho grande e junte a cebola e os dentes de alho picados. Deixe refogar uns minutos até a cebola ficar translúcida. Junte a polpa de tomate e a folha de louro. Deixe refogar mais um pouco.

2. Adicione 1 litro de água quente e mexa. De seguida, junte os grelos e o arroz. Volte a mexer bem para evitar que o arroz cole ao fundo do tacho. Deixe ferver cinco minutos e adicione as línguas de bacalhau. Deixe ferver mais cinco minutos, verifique se precisa de sal e está pronto a servir.


Dica: As línguas de bacalhau vêm em salmoura, por isso tem de as retirar dessa água e demolhar, mudando a água várias vezes, até estarem bem demolhadas.

6 comentários:

  1. Que arroz maravilhoso! Isso é mesmo comidaa caseira, comida de conforto, que consola estômago e coração!
    Eu rapava o tacho todinho!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi isso que aconteceu, foi-se num instante.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Com o frio e o tempo que está hoje esse pratinho sabia às mil maravilhas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Gosto tanto! Tenho tantas saudades de comer línguas de bacalhau.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comi pela primeira vez, não sabia que era tão bom.
      Beijinhos

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...