Pavlova


Tanto a Austrália como a Nova Zelândia reclamam a invenção desta sobremesa. Os Kiwis dizem que esta sobremesa foi inventada aquando de uma visita e em homenagem à bailarina russa Anna Pavlova. Já os Aussies dizem que foi inventada em Perth, possivelmente, antes dessa visita. Não se chateiem, não vale a pena. A pavlova é de quem a comer, pronto.
A base da pavlova é um merengue que deve ser crocante por fora e macio e fofo por dentro. Normalmente, é decorada com chantilly e frutas. Nesta minha versão, substitui o chantilly por iogurte. Escolhi o grego porque é mais cremoso. 
Além disso, em vez de fazer apenas uma base, mais alta, dividi o merengue e fiz dois discos para a base que recheei com iogurte e fruta.
Esta é uma ótima forma de aproveitar as claras que, às vezes, nos sobram de outras receitas. Se as claras estiverem à temperatura ambiente, vão crescer mais.


Ingredientes (serve 8):
6 claras à temperatura ambiente
1 pitada de sal
200g açúcar branco
1 c. sopa farinha maizena (amido de milho)
1 c. sopa de extrato de baunilha puro
1 c. sopa sumo de limão

4 iogurtes gregos açucarados
fruta a gosto para decorar (nectarinas, morangos, mitilos, framboesas, etc)
folhinhas de hortelã

2 folhas de papel vegetal

Antes de rapar o tacho...

1) Ligue o forno a 180ºC. Coloque cada uma das folhas de papel vegetal num tabuleiro. Para que os dois discos fiquem iguais, pode fazer um círculo de cerca de 22cm de diâmetro nas folhas.

2) Na batedeira elétrica, em velocidade média-alta, comece a bater as claras com uma pitada de sal até formarem picos suaves.

3) De seguida, aumente a velocidade e junte o açúcar aos poucos. Bata até obter um merengue firme e brilhante.

4) Em velocidade baixa, junte a farinha, o sumo de limão e o extrato de baunilha. Não tenha receio. Se o merengue estiver firme, não vai "cair".

5) Divida o merengue pelos dois tabuleiros, alisando os topos.


6) Leve ao forno e reduza a temperatura para 150ºC. Deixe cozer cerca de 60 minutos até o merengue ficar seco e estaladiço por fora.

7) Deslique o forno e deixe os merengues lá dentro até arrefecerem.

8) Para servir, coloque um dos discos num prato de servir. Recheie com metade do iogurte e da fruta. Coloque o outro disco por cima e decore com o restante iogurte e frutas. Junte também as folhinhas de hortelã. Sirva de imediato.

12 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...