17 de janeiro de 2017

Superalimentos #12 [mandioca/tapioca]


 (imagens do Google Images)

Mandioca

Mandioca, aipi, aipim, castelinha, uaipi, macaxeira, mandioca-doce, mandioca-mansa, maniva, maniveira, pão-de-pobre, mandioca-brava e mandioca-amarga são todos termos para designar esta planta tuberosa.

A mandioca é nativa da América do Sul, sendo a base da alimentação do Brasil até à colonização do território pelos portugueses. No entanto, a mandioca é plantada em mais de 80 países, sendo os maiores produtores a Nigéria, a Tailândia, o Brasil, a Indonésia e a República Democrática do Congo. Há duas variedades de mandioca, a doce e a amarga.

A Mandioca é rica em vitaminas (B e C), minerais (cálcio, manganês, cobre e zinco), que trazem muitos benefícios para a nossa saúde:

* Promove a saúde da pele
* Ajuda a prevenir a osteoporose e a artrite
* Ajuda nos problemas de concentração
* Aumenta a imunidade
* Ajuda nas dores musculares

A mandioca não contém glúten, o que a torna muita atrativa para quem quer evitar os cereais com glúten. Não tendo sal nem gordura hidrogenada, também é uma ótima opção para substituir o pão. A mandioca pode ser cozida, frita, transformada em farinha, etc.

Tapioca


Na verdade, atualmente, a tapioca, muito típica no Brasil, está muito na moda. Ora, não sendo a mesma coisa, uma vem da outra. A tapioca é uma espécie de crepe recheado como quisermos, doce ou amargo, feito a partir do amido da mandioca, chamado de tapioca, polvilho, fécula de mandioca ou goma. Já aqui ensinei a fazer tapioca com tapioca granulada, que, na verdade, não se encontra em todo o lado. Por isso, no próximo post, vou ensinar a fazer tapioca a partir do polvilho, fácil de encontrar nos hipermercados e usado no pão de queijo.



A tapioca é constituída por hidratos de carbono simples, ou seja, o seu açúcar é rapidamente absorvido pelo nosso organismo, por isso, quando fazemos a nossa tapioca, será boa ideia adicionar sementes de chia, sésamo ou linhaça à massa. Por ter pouquíssimas fibras, a tapioca, em excesso, pode prejudicar o trânsito intestinal. A mandioca foi eleita pela ONU como o alimento do séc. XXI, mas, como tudo na nossa vida, deve ser consumida com moderação. 

Repare que, segundo o site do INSA, 100g de tapioca contêm 364 Kcal e 87g são hidratos de carbono. Para sua referência, uma tapioca de tamanho médio tem cerca de 30g de tapioca, logo terá cerca de 110 Kcal, sem contar as calorias do recheio. Por norma, é no recheio que as pessoas erram, escolhendo alimentos altamente calóricos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...